Avanços médicos dos psicodélicos: Conversa com Bial

Foi ao ar nesta semana o programa Conversa com Bial sobre um tópico surpreendente: os avanços médicos dos psicodélicos e das pesquisas sobre os efeitos medicinais dos psicodélicos.

Sim, o programa do jornalista e apresentador Pedro Bial trouxe entrevistas com especialistas sobre o assunto “avanços médicos dos psicodélicos” em cadeia nacional na televisão aberta.

Ele cita como o LSD, o DMT, a psilocibina e o MDMA estão provando ter ótimos resultados no tratamento da depressão, da ansiedade, da dependência química e do transtorno de estresse pós-traumático.

Isso mostra como os paradigmas estão pouco a pouco sendo quebrados e estas substâncias estão finalmente sendo tratadas como realmente deveriam.

Claro que muitos estudos ainda são necessários, mas já é um ponto de partida importante que o assunto seja desmitificado e falado abertamente em todos os meios de comunicação e camadas da sociedade.

Os benefícios dos psicodélicos são enormes e com certeza correremos mais riscos se não os utilizarmos ou deixarmos as pessoas fazerem suas pesquisas por conta própria e descobrirem todos os aspectos negativos em experiências sem assistência especializada.

Aliás, um dos entrevistados foi o neurocientista Stevens Rehen, que tem um currículo invejável e é um dos cientistas brasileiros mais influentes internacionalmente da atualidade. Ele lembrou que o Brasil é o terceiro país em número de artigos acadêmicos sobre psicodélicos em todo o mundo.

Bial também visitou a casa de Amanda Feilding, a Condessa de Wemyss e March, em Oxford. Numa entrevista realizada antes da pandemia ele conversou com uma das mais renomadas defensoras do psicodélicos.

Ela é a matriarca da Beckley Foundation, que afirma promover uma abordagem racional baseada em evidências para políticas globais de drogas e inicia, dirige e apoia pesquisas neurocientíficas e clínicas pioneiras sobre os efeitos de substâncias psicoativas no cérebro e na cognição.

O outro entrevistado foi o escritor Michael Pollan, que escreveu um livro sobre os efeitos terapêuticos dos psicodélicos chamado “Como Mudar Sua Mente”, o que levou o próprio Bial a lhe perguntar: “Por que mudar sua mente?”.

A resposta sem dúvida é intrigante, já que o escritor respondeu que a saúde mental é um problema hoje em dia no mundo e muitos se beneficiariam com algum nível de alívio em seu sofrimento.

Um remédio que estivesse disponível neste tipo de tratamento é de vital importância e mesmo se não tivermos problemas mentais graves, de alguma forma todos podemos nos beneficiar com mudanças em nossas próprias mentes.

Outra coisa que Michael Pollan nos lembra é que todos estes testes clínicos com psicodélicos de forma alguma são a mesma coisa que usar estas substâncias para ir a um show ou uma festa, por exemplo, já que no contexto laboratorial sempre há o auxílio de especialistas caso algo dê errado.

Esta não é a primeira vez que Bial fala sobre psicodélicos, em 2017 ele também fez um programa sobre o assunto, mas nos últimos anos ocorreram avanços médicos dos psicodélicos e muitas novas pesquisas foram feitas.

Não por acaso, o programa foi ar no Dia da Bicicleta, que muitos comemoram em todo o mundo para recordar o dia em que Albert

Hoffman fez o seu primeiro experimento com LSD em seu laboratório e, muito deslumbrado, saiu de lá pedalando de volta pra casa.

Vale a pena conferir o programa na íntegra.

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=VQpBKqBn08g

Artigos mais recentes

Entre na sua conta para ter acesso a diferentes funcionalidades

Esqueceu sua senha?

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail. Você receberá um link por e-mail para criar uma nova senha.

Criar conta

Seus dados pessoais serão usados apenas no auxílio a sua experiência neste website, para administrar o acesso à sua conta.