10 músicas que falam sobre cogumelos alucinógenos

Muitas pessoas planejam usar cogumelos alucinógenos para vivenciar novas experiências sensoriais. E os cogumelos mágicos foram fontes de experiências que muitos artistas transformaram em músicas!

Então, se você conheça um pouco mais sobre as viagens que essas 10 músicas relatam com a Natureza Sana!

Cogumelos alucinógenos estão presentes na música “The Flowers of Guatemala”

Nesta música do R.E.M, o vocalista Michael Stipe cita um local misterioso, onde as pessoas são amigáveis, coloridas e brilham, sendo cobertas por flores, que tomam conta de todo o local.

Ainda no refrão, o artista fala: “Amanita is the name”, referindo-se à amanita muscaria. Em suma, é assim que é conhecida uma grande variedade de cogumelos psicodélicos. 

Avôhai, de Zé Ramalho, e a amanita muscaria

Aqui no Brasil, uma canção do artista Zé Ramalho faz menção à amanita muscaria. Assim, em alguns versos da música ele cita: “Neblina turva e brilhante / Em meu cérebro, coágulos de sol / Amanita matutina / E que transparente cortina / Ao meu redor”. 

Ramalho assumiu que compôs a música depois que passou por uma experiência transcendental ao consumir esse tipo de cogumelo mágico

Experiência alucinógena em “Mushroom”

A banda Can, uma das maiores influenciadoras do rock alemão, dedicou uma faixa completa aos fungos alucinógenos. Em “Mushroom”, os fãs da banda podem ouvir diversos trechos que remetem à “badtrip” como: “eu vi céus vermelhos” e “eu nasci e eu morri”, dentre outras. 

Rita Lee e o Psilocybe cubensis

A canção “Ando Jururu”, uma das mais famosas de Rita Lee, lançada em 1974 no álbum “Atrás do porto tem uma cidade“, possui versos que falam sobre o Psilocybe cubensis, cogumelo psicodélico comum na América. 

Ela canta: “Eu ando jururu / I don’t know what to do / Quero encontrar pelo caminho / Um cogumelo de zebu”, inspirando os mais curiosos a experimentarem a “viagem” oferecida pelo alucinógeno. 

Mushrooms – My Fault: mais uma música que cita os fungos psicodélicos

Neste canção, Eminem descreve o caso da menina Susan, que comeu cogumelos em excesso e surtou, começando a falar com plantas. No refrão, Eminem diz: “Eu nunca quis dar cogumelos pra você / Eu nunca quis te trazer pro meu mundo”. 

Na música “Eu vi Gnomos”, banda Tihuana exalta os cogumelos 

Esta canção é considerada como o “hino psicodélico” da banda Tihuana. As frases da música explicam que os cogumelos servem de lar para os gnomos. Embora não seja nada explícito, a banda dá um jeito de destacar os fungos alucinógenos em uma canção que fez muito sucesso.

“Hippie On The Groove” — Júpiter Maçã

Em Hippie On The Groove, o artista Flávio Basso, mais conhecido como Júpiter Maçã, dedicou toda a canção ao Psilocybe cubensis. Na letra, os fãs percebem que Júpiter Maçã é convidado a experimentar o cubensis pelo próprio cogumelo. 

Outras músicas que abordam cogumelos mágicos 

Além das letras citadas acima, outras músicas nacionais e internacionais dão destaque aos cogumelos mágicos que você pode encontrar aqui na Natureza Sana. 

Alguns exemplos são a canção “Ventania”, um ícone da subcultura hippie brasileira, “Caress me Down”, da banda Sublime e “Música Secreta”, do grupo Esquadrilha da Fumaça, lançada em 1984 no LP independente “Tora! Tora! Tora!”. 

Se você quer conhecer mais sobre os Cogumelos Alucinógenos da Natureza Sana não se esqueça de passar pela nossa Loja Online! Lá você poderá experimentar todo o mundo de sensações que influenciam artistas a se conhecerem!

Artigos mais recentes

Entre na sua conta para ter acesso a diferentes funcionalidades

Esqueceu sua senha?

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail. Você receberá um link por e-mail para criar uma nova senha.

Criar conta

Seus dados pessoais serão usados apenas no auxílio a sua experiência neste website, para administrar o acesso à sua conta.